Odeio as sensações que eu sinto quando me apaixono. Odeio quando minhas pernas ficam bambas. Odeio como as minhas mãos tremem e soam. Odeio quando o meu estômago embrulha e parece que vai pular pra fora do meu corpo. Odeio como eu coro rápido e meu rosto fica quente por estar tão vermelho. Odeio tentar falar e não conseguir, é como se todas as minhas palavras virassem borboletas e entrassem em um elevador que as leva lá pro meu estômago. Odeio a capacidade de sentir ciúmes de alguém que não é meu. Odeio como eu consigo me iludir com tanta facilidade. Odeio quando meu coração aperta de um jeito estranho. Odeio pensar nele antes de dormir e acabo perdendo o sono. Odeio, odeio e odeio. Mas sabe o que eu mais odeio? Odeio não estar apaixonada.

Odeio. — Ana. (via suportei)


Quando eu te vi pela primeira vez eu tive uma sensação estranha, eu não sei, foi diferente. Achei que nunca mais fosse te ver, achei que você seria como um raro cometa, daqueles perfeitamente lindos, que aparecem do nada, nôs encanta e depois vai embora, deixando na gente aquele gostinho de quero mais, eu queria mais. E tive. Do nada, de novo, você apareceu, ainda mais bonito, ainda mais encantador. Com o tempo, eu percebi que você não é como um cometa, você é como uma estrela, uma das mais bonitas, talvez até a mais importante. Já olhou para o céu e viu nele uma estrela que se diferencia das outras? Você é a estrela diferente do meu céu. Agora já virou rotina, te vejo quase todos os dias. Tem dias que você passa com pressa, tem dias em que você está mais relaxado. Tem dias que você passa e me olha, tem dias que você parece não me ver. Tem dias que você passa e eu te encaro, tem dias que nossos olhares se cruzam e dá uma vontade imensa de falar com você, mais a boba tímida aqui acaba sempre desviando o olhar. Tem dias que você parece estar em outro lugar, talvez no mundo da lua, o melhor, no céu, no meu céu, parece que você apenas passa por mim para deixar o meu céu completo. Minha estrela diferente, quero te agradecer, por fazer o meu céu deixar de ser normal para se tornar um céu especial.

Minha estrela… — Ana. (via suportei)






sex . drugs .and. .rock'n'rol.